Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008
Bate palminhas, bate palminhas
Não há nada mais irritante/estúpido/lamentável (risquem o que não interessa ou então deixem estar tudo, porque é verdade) que pais a fazerem das crianças uns macaquinhos. Bate palminhas! Diz adeus! Faz miminho!... Isto fica mal, eu sei, mas não resisto. É mais forte do que eu. Ou devo dizer, do que nós... E aqui para nós, a minha filha é realmente MUITA ESPERTA e bate palminhas muito bem. Basta ouvir alguém cantar ou, como aconteceu este fim-de-semana, querer chamar a atenção de alguém. Bater palmas para a Mini não é apenas um gesto que prova a sua crescente destreza física. Não. É uma arma de sedução. Género: "ai, não me ligas? Toma lá palminhas". E, às vezes, um sorriso também.


publicado por Lina às 20:42
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Presente

To whom it may concern

Intervalo político

21 semanas

É o Armando Gama? É a Mar...

Ser madrinha

Passado

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds