Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010
As coisas que ela diz

Ao jantar:

- Mamã, ajuda. A Manena tá a fazer esparates (disparates).

 

No carro:

- A mamã não pode apanhar a Quica, peque tá a conduzir.

 

E já tem memória:

- Como é que a Madalena dizia chucha quando era mais pequenina?

- Buuuuuuuuuuuuuuuu.


tags:

publicado por Lina às 21:53
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010
O verdadeiro trabalho de uma mãe

 

Ensinar a Madalena a perceber a diferença entre ACENDER e APAGAR a luz.

(Muitas vezes quando quer o candeeiro aceso manda-me apagar a luz).




publicado por Lina às 22:49
link do post | comentar | favorito

Está aberta a votação (2)

Não fiquei nem um bocadinho elucidada quanto às votações. Vocês desculpem lá mas a gravidez faz com que uma pessoa fique mais lenta. Pegar no blogue já existe e acrescentar-lhe um nome não é possível. A não ser que importe tudo e abra um novo. É uma possibilidade! Estou confusa!

Em todo o caso adorei, adorei, adorei, todos os comentários: a ideia de ter um rapaz à terceira, o comentário da Joana a dizer que dois com tão diferença tão pequena é "ligeiramente" complicado (serás a Joana que penso?), a Mil Sorrisos, à Raquel, à Dulce, à tia Almeida, ao Marco (um dia destes mudamos mesmo para o campo e convidamos-te para o churrasco), à Mena, que irei acompanhando ainda com mais atenção porque está prestes a ter um novo rebento, à Mónica... sei lá. Isto parece os Oscares e agora digo: "peço desculpa se me esqueço de algum nome, não é intencional.

 

Tantos miminhos bons!!! Gostei, gostei. E isso para vem de quatro dias sem a sua cria e de um dia a abraçar a sanita e não foi dos enjoos da gravidez, foi mesmo alguma porcaria que comi, ainda sabe melhor.

 

Cá em casa tudo tranquilo...


tags:

publicado por Lina às 22:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Menino ou menina

Ponto prévio: o que todos os pais querem, verdadeiramente, quando esperam um filho é que nasça saudável. É algo tão fundo, tão entranhado, tão importante que a frase só podia ser batida. "Venha quem vier que venha com saúde". Ainda ninguém encontrou melhor maneira de resumir este sentimento.

 

Posto isto, confessemo-nos: gostávamos de ter mais uma menina. Dava um jeitão tendo em conta a quantida de roupa que aí temos da Madalena. Mas, acabo de dizer isto e penso: bolas, se tiver uma menina e depois não tiver mais filhos nunca saberei como é ter um rapaz. Ah, pronto, afinal quero um rapaz. 

 

Mas o médico disse: "Se tivesse que apostar diria que é uma menina". So be it. E gosto

 



publicado por Lina às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010
A primeira segunda vez

Ainda não sabemos se isto vai correr bem ou não, estamos a fazer FORÇA para que sim, e a contar com as boas energias desse lado, e não quero que uma segunda gravidez seja menos intensa do que a primeira. Sublinhe-se: é a primeira vez que tentamos ter um segundo filho. Mesmo assim, aquela coisa que se diz de que à segunda vamos mais descontraídos é mesmo verdade. Da primeira vez fiz três ecografias num mês e análises a correr. Desta vez deixei passar quase duas semanas até ir tirar sangue e ainda só fizemos uma eco. Bem, no momento em que escrevo isto só foi uma, quando for publicado terão sido três. E se isto realmente chegar a ver a luz do dia é porque está mesmo tudo a andar como é de lei.



publicado por Lina às 23:12
link do post | comentar | favorito

Mas porquê que que quero ter filhos?

Vejamos (e vejamos um pouco para lá da pergunta com ar odioso que dá título ao post), três em cada cinco dias tenho de ligar em cima da hora à minha mãe para ir buscar a cria ao infantário porque não me consegui despachar a horas. Venho para casa cheia de vontade de chorar a pensar o que ando a fazer, por que raios ando nesta correria de ir trabalhar. Já cheguei a pensar: malditas feministas, arruinaram-me a vida. Eu seria feliz atrás do tanque e do fogão a cuidar dos meus ranhosos. Não seria, eu sei, claro que não seria. Ao fim de pouco tempo estaria a perguntar-me o sentido da vida.

 

Nos outros dias, há dias  em que só de pensar no que ainda tenho de fazer fico à beira de um ataque de nervos: o banho-vestir-jantar-pôr a dormir dá cabo de mim. Não me entendam mal, não faço com desprazer, aliás, faço com prazer, mas só porque é Ela, a Manena, e porque a adoro.

 

Deve ser por isso e só por isso que quero ter mais filhos. Realmente, pensemos bem: Não existe qualquer razão lógica e racional para voltar a ficar grávida. Pelo contrário: falta de tempo, marido pouco tempo em casa, vontade de melhorar no trabalho... Mas, inexplicavelmente, eu quero mesmo ter mais filhos. Este e se calhar mais um. Não consigo evitar, é físico.



publicado por Lina às 00:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010
Está aberta a votação

As pessoas que votam nos concorrentes do Ídolos podem receber um carro. Nós não oferecemos nada, mas também vamos abrir as linhas à votação de amigos, conhecidos, desconhecidos e simpatizantes que passam pelo estaminé da Madalena.

 

Como é já do conhecimento público, dentro de algum tempo, e se tudo correr bem, teremos mais um bebé, o que levanta uma grande questão - eu gostava de dizer filosófica, mas é mesmo prática:

 

Como é que vamos manter registo de todos os passos do nosso bebé como fazemos com a Madalena. Podemos abrir outro blogue, mas não será de mais?

 

Deixo várias opções à consideração de quem passa por aqui (estou disponível para dar a mão à palmatória em qualquer caso):

 

1. Abrir outro blogue com o nome do bebé número 2.

2. Abrir outro blogue com o nome do bebé número 2 e repetir posts que sejam comuns aos dois bebés.

3. Abrir um novo blogue importando todos os conteúdos deste.

4. Abrir, simplesmente, um novo blogue - comum à Madalena e ao bebé - e deixar este estacionado.

5. Outras opções. Quais?

 



publicado por Lina às 01:04
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

A confirmação

Se tudo correr como Deus manda este post só fica acessível depois do dia 7 de Fevereiro, não posso deixar de registar que hoje, 18 de Dezembro, o dia em que se soube que uma empresa brasileira vai fazer uma OPA de milhões sobre a Cimpor, confirmámos que há vida para além da vida: um saquinho amniótico com uns 13 mm.

 

Premonição do papá: Será riquíssima e viverá no Brasil. Sim, está convicto que vai ter outra filha, apesar de eu já ter dito que talvez, para variar, não fosse mau termos um rapaz. Se for verdade que o jeito para a bola é hereditário - e se o avô jogava à bola, se o pai era um mini-craque - podemos bem estar na presença de um futuro Cristiano Ronaldo. E o que eu me ralava de ser a D. Dolores?



publicado por Lina às 00:47
link do post | comentar | favorito

Domingo, 7 de Fevereiro de 2010
12 semanas

Obrigada pelos comentários. A semana passada, na festa de anos da Madalena, aproveitei para pôr a notícia a nu e, por isso, já muita gente sabia. Mas havia também muita gente que precisava de saber e nada como um blogue para estas coisas. A cabeça anda a mil a pensar na família que aumenta.

 

Agora poderão compreender melhor por que razão tenho andado tão lesma, tão pouco assídua (às vezes é o trabalho, outras vezes é puro cansaço, agora é isto). Só penso em bebés. Só pensamos em bebés. E assim é difícil concentrar-me em Mários Crespos, Ídolos, So You Think You Can Dance, Sócrates, escutas e esquemas, a quase-bancarrota do país. Não dá.

 

A Madalena já sabe que vai ter um irmão ou irmã. E já sabe que se tiver uma mana será uma Teresa - a Tesa - e que se for mano será um António - o Antoio. Não temos a certeza que saiba exactamente do que se trata, mas algo entenderá. Caso contrário, não tinha aprendido todas as falas do Ruca em que ele se chateia com a mana Rosita. Vá lá, ainda não me  disse que quer que a mana se chame Rosita, como um certo e determinado rapazinho (Vera, é hilariante!).

 

Passaram 12 semanas desde que começou a crescer e, portanto, só faltam mais 28. É aproveitar ao máximo.



publicado por Lina às 23:05
link do post | comentar | favorito

Ah, e tal, então e quando é que dão um irmão/irmã à Madalena?

Em Agosto. Nasce em Agosto.



publicado por Lina às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Presente

To whom it may concern

Intervalo político

21 semanas

É o Armando Gama? É a Mar...

Ser madrinha

Passado

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds