Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009
Manena report

Não se escreve por aqui porque parece que não há nada interessante (fiquei traumatizada depois da Mil Sorrisos dizer que era de rir que fizesse um post porque a minha filha corre - tem razão, mas who cares?). Estarmos ligeiramente constipadas não ajuda. Vamos adiar a ida ao centro de saúde para tratar da segunda toma da vacina sazonal. Temos discutimos um bocado de manhã. Não me agrada. Primeiro é porque não quer trocar a fralda e vestir a roupa (muito gosta do quentinho esta miúda!). Depois por causa das brincadeiras. Insiste em andar com todos ganchos na mão e morro de medo que engulo um.


Está tão crescida que já não quer ficar ao meu lado na casa-de-banho enquanto tomo banho. Sim, eu sei que estou sempre a dizer ao papá "leva a Manena daqui, quero tomar banho descansada", mas também tenho medo do que possa fazer sem supervisão.


Em compensação, está cada vez mais hábil com o DVD. Hoje pegou no comando do iPod e pôs o computador a tocar (não fazia ideia que isto era possível, sequer!) e conhece tudo quanto é super-herói infantil - Pocoyo fui eu que ensinei, Noddy, Ruca e Ursinho Gummy não faço a mínima. Agora também acha piada a isto:

Pede o Pocoyo, senta-se ao meu colo e vemos o YouTube (abençoadinho seja!). Depois vai vendo os bonecos e pedindo outros (foi assim que demos estes Bichos Cantores).


Quando acorda, ainda assim, está sempre super meiga. Hoje, enquanto lhe preparava a roupa, pediu para se deitar na cama. Tapou-se e disse "vou domí". Bebeu o leite debaixo dos cobertores como se fosse muito mais crescida.


Fala bastante. Diz coisas super cómicas e inesperadas, nem sempre com sentido real. Mais para me fazer a vontade, presumo.


Outro passatempo é pedir-nos que imitemos os gestos que faz: braços cruzados, mãos no ar, palmas... É muito engraçado! No sábado a Mara Galuppo, que é psicóloga, disse que isso era um óptimo sinal.


Sabe bem o que é a árvore de Natal e inexplicavelmente (ou não) não tenta mexer-lhe. Suponho que porque na escola estão muito bem treinados. Com a brincadeira do calendário do Advento já diz "Manena, pesente". Seguindo o exemplo do Henrique e da família, damos-lhe coisas pequenas, roupa que precisa e enfeites para a árvore. É engraçado colocar os adornos com ela.


Por outro lado, já conseguiu destruir o embrulho do presente do papá e, se não tivesse chegado a tempo, tinha destruído outro. Está constantemente a pôr à prova e é um fósforo até se começar a oferecer porrada, o que não serve de nada porque para cumprir tal coisa não faria mais nada o dia inteiro.


(E, pronto, para quem não tinha nada para dizer...)





publicado por Lina às 01:29
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De mil sorrisos a 16 de Dezembro de 2009 às 20:43
Ó minha querida, o que disse foi que me sentia bem quando vejo que não sou só eu que babo com estas coisa dos correr, do falar, sei lá!!! cada coisa nova é, para nós, motivo de orgulho e sim, temos sempre tanto para contar e "guardar" por aqui para memória futura... Este ponto de situação mostra como ela está desenvolta e que bom isso é!
Beijos e Mil Sorrisos
:o)))


De Lina a 17 de Dezembro de 2009 às 03:24
Mas não deixas de ter razão... Lol


Comentar post

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Presente

To whom it may concern

Intervalo político

21 semanas

É o Armando Gama? É a Mar...

Ser madrinha

Passado

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links
tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds