Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009
Ser católico dá muito trabalho

Tenho quase, quase a certeza que quando crescres, querida Mini, não terás muitos amigos que sejam baptizados .

De vez em quando as pessoas perguntam-nos: "Quando é que baptizam a Madalena?". Por vezes apetece-me dizer: nunca. Mas a verdade é que a vamos baptizar num dia concreto. O dia em que ela quiser.

 

Cá em casa não temos nada contra Deus, nem contra a Igreja, nem contra a instituição. Aprecio bastante padres, freiras, os rituais católicos de uma forma geral e os católicos que conheço em particular. E é por  isso mesmo, pelo sentido de responsabilidade, que não vamos baptizar a Mini. Não quero ser mais uma que faz a festa (e Deus sabe como eu gosto de festas!) e depois não cumpre.

 

Baptizar uma criança implica obrigações que são mais do que cumprir os 10 mandamentos. Se possível, era interessante educá-la na religião, o que implica, pelo menos no meu catecismo, ir à missa todas as semanas e participar na construção da Igreja que somos todos nós (para os que acreditam). E isso não me sinto preparada para fazer.Portanto, não há festa. Esta, pelo menos. Por enquanto.


tags:

publicado por Lina às 09:00
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Presente

To whom it may concern

Intervalo político

21 semanas

É o Armando Gama? É a Mar...

Ser madrinha

Passado

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links
tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds